Destaques Internacionais

Pagamentos de dividendos, marco regulatório e importações de gás da Bolívia são os destaques

O Wall Street Journal online publicou nota dizendo que a Petrobras aprovou o pagamento de US$ 1,75 bilhão de reais em dividendos na forma de juros de seu próprio capital.

Petrobras pagará R$ 1,75 bilhão em dividendos

http://online.wsj.com/article/BT-CO-20090922-703140.html#printMode

O Financial Times publicou matéria sobre o investimento do CIC no Noble Group. A matéria cita a declaração de José Sérgio Gabrielli, presidente da Petrobras, ao FT de que teria sido muito mais fácil obter o financiamento da China do que dos EUA e teria ainda sugerido que os EUA precisam se concentrar mais em seus interesses estratégicos.

CIC investirá US$850 milhões no Noble Group de Cingapura

http://www.ft.com/cms/s/0/91111eca-a710-11de-bd14-00144feabdc0.html

A Bloomberg publicou despacho sobre a declaração do deputado José Maia de que o Congresso considerará a possibilidade de trabalhadores usarem o FGTS para comprar ações da Petrobras para financiar a exploração dos campos do pré-sal.

Congresso pode deixar trabalhadores usarem FGTS para comprar a Petrobras

http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=20601086&sid=aQBIm8ytaXdw

O jornal argentino La Nacion publicou matéria sobre o acordo entre o Brasil e a Argentina para reforçar a integração em algumas cadeias produtivas comuns, especialmente no setor do gás e do petróleo. Segundo a matéria, o assunto foi discutido em uma reunião entre a Ministra de Produção da Argentina, Débora Giorgi, e o Ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge. 

Querem reforçar a integração energética

http://www.lanacion.com.ar/nota.asp?nota_id=1177389

O jornal português Diário Econômico publicou reportagem sobre a intenção da Galp de aumentar sua área de exploração no Brasil. Segundo a matéria, Almir Barbassa, diretor financeiro da Petrobras, teria dito que a empresa começou o processo de unitização do Campo Iara, onde a Galp é parceira da Petrobras e do BG Group.

Lula abre as portas à Galp para reforçar reservas petrolíferas no Brasil

http://economico.sapo.pt/noticias/lula-abre-as-portas-a-galp-para-reforcar-reservas-petroliferas-no-brasil_70176.html

A Prensa Latina, agência oficial cubana, tem acompanhado o desenvolvimento das propostas do novo marco regulatório do pré-sal no Congresso. Segundo despacho distribuído pela agência, duas das quatro comissões especiais da Câmara de Deputados começaram a análise dos projetos de lei ontem.

Comissões parlamentares estudam projetos do petróleo no pré-sal

http://www.prensa-latina.cu/index.php?option=com_content&task=view&id=119010&Itemid=1

A EFE, a AFP e o jornal paraguaio La Nación deram matérias sobre a nova redução das importações de gás boliviano pelo Brasil. As matérias informam que a Petrobras agora demanda 16 milhões de metros cúbicos diários, a metade do que havia sido estabelecido no contrato vigente entre os dois países. Segundo as matérias, o Brasil teria pedido a modificação do contrato pois a redução da demanda implica em uma multa para a Petrobras.

Brasil volta a reduzir suas importações de gás boliviano

http://www.google.com/hostednews/epa/article/ALeqM5jNzg1LMo43h6FXnbN768MWxNA_xg

Brasil reduz importação de gás boliviano e pede revisão de contrato

http://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5hyCgwt1Es3zqon2mua7sfcQTP8ag

Brasil reduz importação de gás boliviano e pede revisão de contrato

http://www.lanacion.com.py/noticias_um-268829.htm

A BNamericas publicou nota sobre a retomada dos investimentos das empresas operando no Brasil, de acordo com informações do BNDES. A Petrobras é citada na nota que informa que os investimentos em petroquímicas foram ajudados pelo Comperj e Petroquímica Suape, ambos dirigidos pela Petrobras.

Empresas retomam investimentos, diz BNDES

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-732728894-1582333408&key=D|139846|S|0|x|732728894

A UPI publicou matéria sobre a intenção do Brasil de concentrar investimentos no desenvolvimento do pré-sal, suspendendo investimentos em projetos estrangeiros.

Brasil vai redirecionar investimentos do exterior para as áreas do pré-sal

http://www.upi.com/Energy_Resources/2009/09/21/Brazil-to-redirect-foreign-investments-into-sub-salt-oil-finds/UPI-79231253572977/

A Press Peru distribuiu despacho sobre o prêmio recebido pela Petrobras nas categorias de Empresa mais Empreendedora em Exploração e em Inovação em Projetos. Segundo a matéria é a terceira vez consecutiva que a empresa é vencedora do Prêmio da revista britânica Petroleum Economist.

Petrobras é premiada por sua inovação e caráter empreendedor

http://www.pressperu.com/index.php?option=com_content&task=view&id=8223&Itemid=47

A EFE distribuiu despacho sobre a declaração da YPFB de que as exigências dos indígenas estão interferindo nos investimentos na Bolívia.

Petrolíferas e YPFB dizem que as exigências indígenas freiam investimentos na Bolívia

http://www.google.com/hostednews/epa/article/ALeqM5jeW6SSA6nM6WtshZAHnLXTnFoNxA

O jornal peruano El Comercio publicou nota sobre a Petrobras. Segundo a nota, a empresa deve anunciar os resultados de sua campanha exploratória no Lote 58, adjacente a Camisea, em Cusco

Peru: Petrobras pronta para dar boas novas

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-732797083-1582505523&key=D|139846|S|0|x|732797083

Na Bolívia, o jornal La Razon traz entrevista com o presidente da YPFB, Carlos Villegas, em que ele diz que o Brasil pediu para mudar o contrato de compra e venda de gás assinado com a Bolívia devido à queda da demanda no mercado brasileiro. Diz que as negociações estão em pleno andamento. A entrevista, publicada na segunda-feira, teve ampla repercussão e foi divulgada em outras publicações, incluindo jornais na Bolívia, no Paraguai e em sites como o Invertia (em espanhol).

No jornal boliviano Los Tiempos, matéria diz que os preços do gás exportado para Brasil e Argentina despencaram nos últimos 12 meses, caindo de US$ 7,97 para US$ 4,20 por milhão de BTU no caso do Brasil. A queda foi maior ainda no caso do mercado argentino.

 No jornal boliviano Opinion, matéria diz que as negociações entre Petrobras e YPFB  estão em andamento e já houve uma reunião com representantes da sede da empresa brasileira, que vieram do Brasil.