Destaques Internacionais

Classificação de crédito da Petrobras e produção de gás natural são os destaques

A Bloomberg e a BNamericas publicaram matérias dizendo que a Moody’s pode aumentar a classificação de crédito da Petrobras. Segundo as matérias, a mudança pode seguir a decisão da Moody’s de conceder ao Brasil o grau de investimento. A agência de classificação de risco de crédito anunciou que já elevou de estável para positiva a perspetiva para o rating de bônus em moeda estrangeira da Petrobras.

Moody’s aumenta previsão de débito da Petrobras para positivo

http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=newsarchive&sid=a_xGfMFETX9E

Moody’s aumenta a previsão da moeda estrangeira da Petrobras para positivo

http://www.bnamericas.com/news/oilandgas/Moody*s_ups_Petrobras_foreign_currency_outlook_to_positive

A Reuters, a BNamericas e a Dow Jones deram matérias sobre o primeiro leilão do pré-sal em regime de produção compartilhada. Segundo as matérias, o leilão poderia acontecer no primeiro semestre de 2010, de acordo com declaração do Ministro das Minas e Energia, Edison Lobão. A matéria da Reuters informa que Lobão teria afirmado que, apesar da descoberta de grandes reservas de petróleo, o Brasil continuará se concentrando em energias menos contaminantes, como gás e etanol e teria dito que o país será autossuficiente em gás.

Leilão de blocos do subsal seria no primeiro semestre de 2010

http://lta.reuters.com/article/businessNews/idLTASIE58M1V720090923

Lobão: Primeiro leilão do petróleo do sal subordinado na 1ª metade de 2010 – Estado

http://news.morningstar.com/newsnet/printNews.aspx?article=/DJ/200909231149DOWJONESDJONLINE000451_univ.xml

Governo planeja leilão do pré-sal para primeiro semestre

http://www.bnamericas.com/news/oilandgas/Government_planning_pre-salt_auction_for_H11

A Upstream publicou matéria dizendo que o Brasil poderia aumentar sua participação na Petrobras em até 55% de acordo com Haroldo Lima, diretor da ANP. Segundo a matéria, Lima teria dito que o fato de 60% das ações da Petrobras serem privadas levou à criação da Petrosal. Segundo ele, a nova empresa teria 100% de capital estatal e atuaria como o “olho” do governo nos consórcios.

Brasil pode aumentar participação na Petrobras

http://www.upstreamonline.com/live/article191994.ece

A BNamericas e a Ansa também publicaram matérias sobre as declarações do Ministros das Minas e Energia, Edison Lobão. As matérias dão destaque à declaração de que o Brasil será autossuficiente na produção de gás natural e não dependerá de importação em 2011. As matérias afirmam que Lobão também teria dito que o Brasil quer aumentar a integração energética entre os países da América do Sul.

Brasil será autossuficiente em gás natural até 2011, diz ministro

http://www.bnamericas.com/news/oilandgas/Brazil_to_be_self-sufficient_in_natural_gas_by_2011,_says_minister

Continuaremos importando gás, ministro brasileiro

http://www.ansa.it/ansalatina/notizie/rubriche/mercosur/20090923230434951381.html

O New York Times publicou hoje artigo sobre as recentes descobertas de petróleo no mundo, inclusive no Brasil. O artigo traz um panorama geral do setor do petróleo no mundo hoje. A matéria lembra que estas descobertas foram possíveis devido aos avanços tecnológicos que permitem a exploração em grandes profundidades e a perfuração de rochas mais duras e à recuperação de preço do petróleo.

Setor do petróleo define passo rápido das novas descobertas

http://www.nytimes.com/2009/09/24/business/energy-environment/24oil.html?_r=1&hp

A Reuters publicou despacho sobre a expectativa da ONGC de que a produção de petróleo em seu campo brasileiro aumentará para 40 mil barris por dia até o final do ano.

ONGC diz que produção em bloco brasileiro aumentará muito até dezembro

http://www.reuters.com/article/rbssEnergyNews/idUSBOM52337020090923

A EFE, a AFP e o jornal venezuelano El Universal deram matérias sobre reunião entre os presidentes Lula e Hugo Chávez no próximo domingo, como parte de suas reuniões trimestrais para o acompanhamento dos acordos entre a Venezuela e o Brasil. Segundo as matérias, pode ser que o acordo entre a Petrobras e a estatal venezuelana para a criação de uma empresa mista que construa e explore a refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, seja fechado na reunião.

Chávez e Lula farão reunião bilateral após cúpula na Venezuela

http://www.google.com/hostednews/epa/article/ALeqM5jfWlJ5JaVloJ0Re3N15hS9reVh9g

Lula e Chávez terão reunião bilateral na Ilha Margarita após cúpula ASA

http://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5indOtjqkluOajQxgrhm2KM_chcdQ

Chávez, Lula devem se encontrar no próximo domingo na Ilha Margarita

http://english.eluniversal.com/2009/09/23/en_pol_esp_chavez,-lula-to-meet_23A2779211.shtml

A agência de notícias chinesa Xinhua publicou matéria sobre a criação de um fundo de, pelo menos, US$ 2,2 bilhões para impulsionar o setor naval no país. Segundo a matéria, o governo brasileiro pretende que o fundo esteja pronto no início de 2010 para que o setor naval possa suprir a demanda da Petrobras de plataformas e navios. A matéria informa que a petrolífera renovará sua frota e precisará de navios e plataformas para a extração, armazenamento e transporte do petróleo que extrairá do pré-sal.

Governo impulsiona crédito à indústria naval no Brasil

http://spanish.china.org.cn/international/txt/2009-09/24/content_18591725.htm

Na revista Petroleum Economist, artigo de opinião defende a proposta do governo brasileiro para o marco regulatório. Diz que conseguiu um equilíbrio sensato, prevê que o respeito aos contratos existentes fortalece a reputação do Brasil em estabilidade política e deve estimular investimentos de longo prazo. “A habilidade da Petrobras em tecnologia e desenvolvimento de projetos faz com que seja mais capaz do que qualquer outra companhia nacional de petróleo em desenvolver as reservas offshore do Brasil”, diz. Faz comparações favoráveis à Petrobras em relação à russa Gazprom e à venezuelana PDVSA. Diz ainda que existem muitas provas de que a Petrobras, como tem dito, pode ela própria desenvolver as reservas do pré-sal.

No blog de energia do Financial Times, matéria sobre estudo da empresa de pesquisas IHS Herold dizendo que está cada vez mais caro encontrar petróleo, mas os investimentos em descobrir petróleo estão caindo este ano. Cita a Petrobras como uma das 232 empresas que integram o estudo.