Destaques Internacionais

Construção de estaleiro no Uruguai e fusão na Argentina entre os destaques

 

A Ansa publicou despacho sobre o projeto da Petrobras de construção de um estaleiro no Uruguai, em parceria com a Christophersen, destinado a petroleiros com capacidade de 100 mil toneladas.

Petrobras projeta construção de estaleiro no Uruguai

http://www.ansa.it/ansalatina/notizie/rubriche/mercosur/20090928222534954003.html

A Dow Jones distribuiu despacho dizendo que a Petrobras pretende otimizar suas operações na Argentina com a fusão da subsidiária Petrobras Energia Participaciones na Petrobras Energia. Segundo a matéria, a Petrobras teria declarado que esta é apenas uma simplificação corporativa, sem implicações comerciais. O site do Wall Street Journal e o jornal argentino Ambito Financiero também abordaram o assunto.  

Petrobras otimiza propriedade em unidades argentinas

http://online.wsj.com/article/BT-CO-20090928-706965.html

A agência de notícias chinesa Xinhua distribuiu despacho sobre a compra de 26 mil toneladas de aço da Ásia pela Transpetro para a construção de navios. A matéria afirma que a Transpetro está construindo 26 navios, parte dos 49 do Programa de Expansão e Modernização da Frota. 

Empresa brasileira compra aço asiático para ampliar sua frota

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-736923357-1589096438&key=D|139846|S|0|x|73692335

A Upstream publicou nota sobre a carta de intenção que a Petrobras entregou à norueguesa Siem Offshore para duas PSVs.

Petrobras voltada para a Siem Offshore

http://www.upstreamonline.com/live/article193603.ece

A Reuters e a Upstream publicaram matéria sobre o acordo entre a Cameron e a Petrobras, com valor esperado de US$ 500 milhões, para o fornecimento de árvores submarinas e ferramentas.

Cameron em transação do subsal de US$ 500 milhões com a Petrobras

http://www.reuters.com/article/rbssEnergyNews/idUSN2810709420090928

Cameron ganha trabalho no Brasil

http://www.upstreamonline.com/live/article193565.ece

O Wall Street Journal online, a Reuters e a BNamericas têm matéria sobre o atraso na definição do acordo final entre a Petrobras e a PDVSA para o lançamento da refinaria Abreu e Lima. O site em espanhol do jornal chinês People’s Daily também deu matéria sobre o assunto e diz que o presidente da Petrobras, Jose Sergio Gabrielli, informou ter adiado sua viagem a Caracas para assinatura de acordo com a PDVSA.  

Petrobras e PDVSA com dificuldades de progredir na joint-venture da refinaria

http://online.wsj.com/article/BT-CO-20090928-710610.html

Petrobras e PDVSA postergam acordo sobre refinaria

http://lta.reuters.com/article/businessNews/idLTASIE58R0XY20090928

Petrobras e PDVSA postergam acordo sobre refinaria – relatos

http://www.bnamericas.com/news/oilandgas/Petrobras,_PDVSA_postpone_refinery_agreement_-_reports

A Xinhua distribuiu despacho dizendo que o Espírito Santo se prepara para um período de crescimento com a exploração do petróleo do pré-sal, cuja produção local já teria começado. Segundo a matéria, a Petrobras deve ter, pelo menos, sete plataformas na região até 2013, o que aumentará consideravelmente a renda proveniente do petróleo para o estado.

ESPECIAL: Espírito Santo se prepara para crescer com o “pré-sal”

http://spanish.china.org.cn/international/txt/2009-09/28/content_18615883.htm

O site em português do jornal russo Pravda publicou matéria explicando “o que o pré-sal tem a ver com você”. Revela o que poderia ser feito com a renda proveniente dos desenvolvimentos na região do pré-sal e diz que a Petrobras, na pior das hipóteses, já possui uma “riqueza” de US$ 5 trilhões pesquisada e descoberta.

O que o petróleo do Pré Sal tem a ver com você

http://port.pravda.ru/news/cplp/28-09-2009/28051-petroleopresal-0

A BNamericas publicou matéria dizendo que o novo marco regulatório pode aumentar o risco de crédito da Petrobras, segundo a agência de classificação de risco Fitch. Segundo a matéria, a Fitch teria dito que “o resultado final da legislação proposta ainda está incerto e as discussões no Congresso podem se arrastar por muito tempo, independente da expectativa original do governo de uma aprovação rápida até o final do ano”.

Nova regulamentação pode aumentar risco de crédito da Petrobras, diz Fitch

http://www.bnamericas.com/news/oilandgas/New_regulation_could_increase_Petrobras*_credit_risk,_says_Fitch

Na Argentina, matéria do jornal Pagina 12 fala sobre a mudança no perfil de consumo de combustível no país em função da crise, que levou os motoristas a substituir as gasolinas do tipo prêmio por aquelas do tipo super, de menor qualidade e preço. Diz que esta mudança é um dos dados que explica por que a Petrobras enfrentou um leve recuo no mercado argentino.

Na Turquia, a mídia traz ampla cobertura da visita de delegação comercial brasileira ao país. No jornal Vatan, matéria diz que o ministro de Energia, Zafer Çaglayan, quer que a estatal turca de petróleo TPAO tenha no Brasil as mesmas oportunidades que a Petrobras está tendo na Turquia.