Destaques internacionais

Investimentos em petróleo no Brasil, pré-sal e CPI são os destaques de hoje

A Dow Jones e a Reuters distribuíram despachos na noite de ontem com a informação de que a Petrobras espera que fundos de investimentos ofereçam crédito para os fornecedores nacionais da estatal. Os artigos foram baseados em despacho originalmente divulgado pela Agência Estado e citam o gerente de captação da Petrobras, Marcílio Miranda, como fonte das informações. As informações foram publicadas também no site da Upstream.

Brasileira Petrobras vê Fundos de Crédito de US$ 10 bi

http://online.wsj.com/article/BT-CO-20090716-717263.html

Petrobras procura fundos privados para financiar fornecedores

http://www.reuters.com/article/rbssEnergyNews/idUSN1622156220090716

Petrobras procura dinheiro em fundos privados

http://www.upstreamonline.com/live/article183463.ece

O site da Upstream publicou nota sobre o empréstimo de R$ 25 bilhões que o BNDES deve conceder à Petrobras em papéis emitidos pelo Tesouro Nacional. A Upstream tem outra grande matéria informando que o BNDES está ajudando os desenvolvimentos do pré-sal.

Petrobras lucra

http://www.upstreamonline.com/live/article183469.ece

Brasil emprestará US$ 13 bilhões à Petrobras em notas

http://lta.reuters.com/article/businessNews/idLTASIE56F0E120090716

Para bancar, precisa poder

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183560.ece

“A única diversão na cidade” é a chamada que acompanha foto do Presidente Lula na capa da Upstream impressa distribuída hoje.

O Brasil vai dar o que falar

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183512.ece

Um outro despacho detalha o desenvolvimento no setor petrolífero na última década e informa que Gareth Chetwynd escreveu que “O pacote de investimentos do pré-sal com conteúdo local agressivo não deveria surpreender ninguém que acompanhou o desenvolvimento do Brasil no setor na última década

Manter a competitividade agindo de acordo com uma política de conteúdo local

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183556.ece

Visões diferentes sobre as alterações nas regras do petróleo

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183521.ece

Um dos artigos informa que a Petrobras está monitorando custos da construção de plataformas após a queda de 30% nos custos do setor de gás e petróleo no primeiro trimestre.

Distribuindo os custos do programa de expansão de plataformas

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183559.ece

Segundo a Upstream, Guilherme Estrella, diretor de P&D da Petrobras disse o transporte de milhares de trabalhadores para plataformas a 300 quilometros da costa é o maior desafio do desenvolvimento.

Desafio logístico para mão-de-obra no desenvolvimento da bacia de Santos

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183552.ece

Assumindo uma nova postura

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183525.ece

Possibilidades flexíveis para soluções de risers

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183526.ece

Formando equips para o desenvolvimento no pré-sal

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183548.ece

Petrobras dobra o centro de pesquisa Cenpes research com o aumento da P&D das tecnologias do pré-sal

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183549.ece

Brasil treinando para manter o ritmo

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183566.ece

Despacho diz que a captura e armazenamento de carbono é um dos maiores desafios à credibilidade ambiental e à viabilidade econômica dos projetos do pré-sal. José Formigli disse que acham que podem incrementar a recuperação de 35 a 50%.

Captura e armazenamento de carbono atinge economia

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183527.ece

 

Um outro despacho informa que Mario Carminatti, diretor de exploração da Petrobras, disse que “a questão do pré-sal está no centro da cultura da Petrobras.

Entenda um pouco das reservas

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183514.ece

A Shell é jogador antigo na caça aos tesouros do pré-sal brasileiro

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183553.ece

Segredo sobre a descoberta de Bem-Te-Vi

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183554.ece

Segundo a Upstream o sucesso do poço de Paraty amainou as dúvidas sobre o potencial das áreas do pré-sal. Paraty provou as teorias sobre o pré-sal quando encontraram petróleo e gás em 2006, que levaram às descobertas atuais.

Expectativas superadas com o início do desenvolvimento

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183513.ece

Matéria da Upstream informa que interesse da Petrobras de contratar plataformas adicionais seria para evitar possíveis atrasos em alguns dos pedidos feitos pela empresa.

Possíveis atrasos dão espaço à possibilidade de fretamentos

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183520.ece

Petrobras sofre pressão para satisfazer prazos de avaliação com o desafio das descobertas

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183519.ece

Tempos de demanda para estaleiros nacionais

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183555.ece

O campo de Tupi prova ser um importante campo experimental para as questões de produção e perfuração do pré-sal com as novas descobertas fora do aglomerado da bacia de Santos.

Tupi motiva conhecimento

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183515.ece

Perspectiva boa para o BG Group e Petrobras com poços em Corcovado e Sagitario

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183516.ece

Potencial do Pão de Açúcar é imenso, mas Guarani nega alegações de risco zero

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183517.ece

Tupi colocado à prova

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183524.ece

“Boom” brasileiro dá aos estaleiros participação no jogo da exploração

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183562.ece

Segundo outro artigo na mesma Upstream, as dúvidas em relação aos investimentos no pré-sal devem provavelmente desaparecer nas próximas semanas.

Transações de FPSO no horizonte de Guara e Iara http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183523.ece

A Upstream também tem nota dizendo que a Petrobras está investindo na captação de novos investidores.

Gigante brasileiro no mercado em busca de finvestidores estrangeiros

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183558.ece

Trabalho no setor do gás e petróleo está acumulando para as firmas de advocacia brasileiras

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183570.ece

Unitização no topo da agenda

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183569.ece

A Agência também divulga longa material sobre a participação da Odebrecht nas oportunidades do pré-sal.

Odebrecht mostra pedrigree

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183568.ece

A Upstream destaca que o potencial do pré-sal não se resume ao petróleo. Há volumes significativos de gás natural na região, que apresentam grande desafio de produção. Também tem gás no menu do Brasil

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183550.ece

Petrobras vai em frente com tecnologias de liquefação de gases em águas profundas

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183551.ece

A Upstream tem matéria dizendo que a CPI da Petrobras pode influenciar o debate sobre o novo marco regulatório. Segundo o artigo, a maioria dos comentaristas considera as investigações uma batalha política partidária por influência.

Batalha política pode revirar tentativas de reforma

http://www.upstreamonline.com/hardcopy/features/article183522.ece

O jornal espanhol El Pais tem matéria dizendo que o Presidente Lula acusou os senadores da oposição que criaram a CPI da Petrobras de irresponsabilidade e de querer “fazer carnaval”. http://www.elpais.com/articulo/internacional/Lula/arremete/opositores/quieren/investigar/Petrobras/elpepuint/20090717elpepuint_1/Tes?print=1

A EFE espanhola também deu ontem despacho anunciando a abertura da CPI do Senado. A agência cita a Petrobras quando lista as denúncias contra Sarney.

Fiscais brasileiros investigarão a existência de contas secretas do Senado          

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-696642575-1519978460&key=D|139846|S|0|x|696642575

 

No México, o jornal La Jornada traz matéria sobre a retomada das atividades da Petrobras em Cuba.

Na Venezuela, o jornal em inglês Latin American Herald Tribune também traz matéria sobre inauguração do escritório da Petrobras em Cuba.

Na Turquia, o jornal Today’s Zaman traz notícia sobre visita do ministro de Comércio Exterior turco, Zafer Çaglayan, à São Paulo e negociações comerciais com o Mercosul. Cita acordo da TPAO com a Petrobras, acrescentando que a empresa brasileira tem um dos equipamentos de perfuração em águas profundas mais sofisticados do mundo

No site do jornal Wall Street Journal, matéria dizendo que o BNDES pretende investir no setor de petróleo e gás por meio de participação minoritária em fundos de private equity, segundo notícia da agência Estado. Diz que seria um fundo do banco Modal, que está sendo desenvolvido pela Caixa e pela Petrobras.

Também no site do jornal, matéria sobre fundos de investimento que vão oferecer direitos de crédito a fornecedores que podem ter ativos de mais de US$ 10 bilhões. Cita Marcilio Miranda, consultor financeiro da Petrobras.

O site da Euromoney publica matéria da Reuters sobre crédito do BNDES à Petrobras em papéis do Tesouro.

Na Espanha, o site do jornal El Pais traz matéria com o título “Lula ataca opositores que querem investigar Petrobras”.

Nos Estados Unidos, o jornal em espanhol El Nuevo Herald traz matéria sobre o tema, mas destaca proposta de voto de censura apresentada por senadores contra o presidente Lula por tê-los chamados de bons pizzaiolos.

Na Argentina, o jornal La Nacion traz matéria com o título “A revanche de Collor de Mello na investigação da Petrobras”, sobre o fato de o ex-presidente do Brasil integrar a CPI que tem a responsabilidade de investigar a Petrobras.

No site America Economica, nota sobre entrevista com Magela Bernardes que destaca pedido de garantias das petroleiras para exportar para a Argentina. Diz que as empresas que operam no país exigem contratos firmes. Cita Petrobras, Pluspetrol, Repsol e Andina.

Na Venezuela, o site Dinero traz análise que discute se as empresas brasileiras são realmente intocáveis no país. Cita a Petrobras na lista de empresas brasileiras que estão na Venezuela.