Destaques Internacionais – 9/11/2010

Fala do presidente Gabrielli é o destaque desta terça-feira na imprensa internacional

Upstream, Reuters e Bloomberg informam que o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, afirmou que a empresa pretende levantar US$ 40 bilhões até 2014 por meio de empréstimos bancários e venda de ativos. Nota sobre o assunto também no blog BeyondBrics, do jornal Financial Times.

Petrobras espera levantar US$ 40 bilhões

Petrobras quer levantar US$ 40 bilhões até 2014

Petrobras espera levantar US$ 40 bilhões em cinco anos

De acordo com o The Wall Street Journal, o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli afirmou que qualquer impacto das medidas tomadas pelo Fed para aumentar a liquidez do mercado será de curto prazo e somente se a decisão tiver o impacto esperado de estimular a economia americana.

Petrobras afirma que preço do petróleo foi pouco afetado pelo Fed

Sobre o mercado de ações:

The Wall Street Journal

Ainda no Wall Street Journal, nota de ontem informa que as operações brasileiras no mercado de capitais mais do que dobraram nos primeiros dez meses de 2010, em comparação com o mesmo período no ano passado, segundo a Associação Brasileira da Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Cita que boa parte dos números relativos às atividades domésticas se deve à capitalização da Petrobras, em setembro.

Jornal francês Le Figaro reproduz nota da agência France Presse sobre declarações do presidente venezuelano Hugo Chávez sobre a presença de petróleo na costa de Cuba. Texto cita a Petrobras entre as empresas que já exploram blocos na zona econômica cubana, em parceria com a Cupet.

Notícia foi destaque no jornal venezuelano El Universal, que acrescentou a informação de que Chávez sugeriu ao ministro de Energia e presidente da PDVSA, Rafael Ramírez, que utilize tecnologia brasileira para a exploração em Cuba.

Notícia sobre encontro de Chávez e Castro para renovação de acordos entre os dois países, inclusive na área de energia e petróleo, também foi destaque em outros veículos da mídia venezuelana e nos jornais Milenio (do México), El País (Uruguai) e Página 12 (Argentina) e pelos portais People Daily (China, versão em espanhol), Infobae (Argentina), Prensa Latina (Cuba) e EuropaPress (Espanha), entre outros.